Todos contra a Dengue

por Assessoria de Imprensa - publicado - atualizado em

Faltando poucos dias para a chegada do verão, altas temperaturas já têm sido registradas, a tendência é que as chuvas se tornem cada vez mais intensas e frequentes. Deste modo, já fica o alerta para que a população redobre a atenção no combate à dengue.

Neste, como em todos os momentos, a participação da população é essencial para eliminar os focos de criação do Aedes aegypti, impedindo que ovos, larvas e pupas do mosquito cheguem à fase adulta. O mosquito leva de 7 a 10 dias para passar do ovo à fase adulta. Assim, o ideal é que a checagem seja realizada toda semana para não deixar que ele se multiplique.

Além de manter os vasos de plantas sem pratinhos e as caixas d’água completamente vedadas, a vistoria também deve ser realizada em criadouros menos evidentes, como as calhas de chuva, vasilhas de animais, bandejas de ar-condicionado e de geladeiras e também em vasos sanitários desativados ou pouco usados.

CUIDADOS

- Manter a casa limpa e sem água parada para evitar os possíveis criadouros
- Não manter pratinhos de plantas com água, garrafas pet ou qualquer objeto que facilite o acúmulo de água
- Manter cuidado especial no armazenamento e destinação do lixo
- Jamais descartar qualquer outro material que possa acumular água no quintal de casa, no quintal de vizinhos, na rua ou em lotes vagos
- Manter a caixa d’água sempre limpa e totalmente tampada
- Manter as calhas livres de entupimentos para evitar represamento de água
- Manter limpos e escovados os bebedouros de animais domésticos; a água deve ser trocada diariamente;
- Manter piscinas sempre em uso e devidamente tratadas;
- Cuidados extras para reservatórios de água: caixas de água devem estar bem tampadas e vedadas. Se optar em armazenar água das chuvas é importante tampar bem os recipientes.